São Paulo, 18 de janeiro de 2019
Home / Notícias / Especialistas elegem as melhores dietas para seguir em 2019

Notícias

Especialistas elegem as melhores dietas para seguir em 2019

10/1/2019

dietas do ano

A melhor dieta de 2019 é uma velha conhecida dos nutricionistas: a mediterrânea. O regime foi escolhido por um painel de especialistas como o mais saudável, segundo a publicação U.S. News & World Report, que desde 2010 divulga um ranking sobre o tema.

 

Associada ao aumento da longevidade e à redução do risco de doenças crônicas, a dieta mediterrânea prevê a ingestão de frutas, legumes, grãos integrais, castanhas, azeite, peixes e frutos do mar. Ovos e queijos devem ser consumidos com moderação; doces e carnes vermelhas, reservados para ocasiões especiais.

 

Em segundo lugar do ranking geral ficou a dieta Dash, sigla em inglês de “dietary approaches to stop hypertension” (abordagem dietética para combater a hipertensão), promovida pelo Instituto Nacional do Coração, Pulmão e Sangue, órgão de saúde do governo americano.

 

O regime é flexível, com metas para a ingestão diária de frutas, vegetais e grãos integrais. Aves, peixes e produtos lácteos sem gordura estão inclusos, mas os alimentos ricos em gordura saturada têm seu consumo limitado.

 

Em terceiro lugar ficou a dieta flexitariana (ou semivegetariana), junção das palavras flexível e vegetariana, que prevê um cardápio rico em verduras e legumes e sem carne na maior parte do tempo –mas permite o consumo de proteína animal um dia ou outro.

 

“Os três planos se baseiam na ingestão de vegetais (legumes, frutas e cereais integrais), gorduras saudáveis ​​e fontes de proteína magras”, diz o texto do relatório. Participaram do painel 23 especialistas, que analisaram 41 dietas, classificadas em oito categorias (veja mais abaixo).

 

“São programas fáceis de seguir, em que a pessoa é estimulada a fazer escolhas saudáveis, mas sem restrição. Existe uma tendência contra as dietas muito restritivas [como detox e low carb]”, diz Gabriella Gachet, nutricionista do Vigilantes do Peso.

 

O plano do Vigilantes do Peso também aparece entre os primeiros do ranking em duas categorias: a melhor dieta para perda de peso e uma das mais fáceis de ser seguida. O método tem foco na reeducação alimentar e é baseado em um sistema de pontos, em que cada alimento tem um score, e o participante pode fazer seu cardápio respeitando uma pontuação máxima.

 

“Alimentos com mais proteínas e fibras têm menos pontos; carboidratos e gorduras têm mais pontos. Frutas e legumes são liberados. É um método que guia para hábitos saudáveis”, afirma Gabriella.

 

Veja os três primeiros lugares em três categorias do ranking da  U.S. News & World Report:


Melhor dieta em geral


  1. Mediterrânea: inspirada na alimentação de países que ficam na costa do mar Mediterrâneo, prevê a ingestão de peixes, azeite, legumes e verduras e limita o consumo de carne vermelha
  1. Dash: promovida pelo governo americano para controlar hipertensão, tem um cardápio flexível, com metas para consumo diário de frutas, vegetais, grãos integrais e proteína
  1. Flexitariana: é uma dieta semivegetariana, com alto consumo de verduras e legumes e baixa ingestão de proteína animal

 

Melhor dieta para perder peso

  1. Vigilantes do peso: sistema de reeducação alimentar baseado em um sistema de pontos, em que cada alimento tem um score, e o participante faz seu cardápio respeitando uma pontuação máxima
  2. Dieta volumétrica: a escolha do cardápio é baseada na densidade energética dos alimentos (quanto menos, melhor) e no volume deles (quanto mais, melhor) –os ricos em água e em fibras devem ser mais consumidos
  3. Flexitariana

 

Dieta mais fácil de seguir


  1. Mediterrânea
  2. Flexitariana
  3. Vigilantes do peso


Fonte: Folha de S. Paulo | Portal da Enfermagem

Comentários

O portal da Enfermagem não faz a moderação dos comentários sobre suas matérias, esse Espaço tem a finalidade de permitir a liberdade de expressão dos seus leitores, portanto, os comentários não refletem a opinião dos gestores. Apesar disso, reservamo-nos o direito de excluir palavras de baixo calão, eventualmente postadas.

Nenhum comentário enviado, seja o primeiro. Participe!