São Paulo, 8 de julho de 2020
Home / Colunistas / Norma N. Gill-Thompson e a Estomaterapia

Estomaterapia | Profa. Dra Maria Angela Boccara de Paula

Profa. Dra Maria Angela Boccara de Paula - TiSobest Presidente da Associação Brasileira de Estomaterapia - Sobest Editora da Revista Estima Professora Doutora do Departamento de Enfermagem e Nutrição e Professora do Programa de Mestrado em Desenvolvimento Humano Universidade de Taubaté - Email: presidencia@sobest.com.br

+ postagens

Norma N. Gill-Thompson e a Estomaterapia

Norma N. Gill-Thompson nasceu na cidade de Akron, Ohio, nos Estados Unidos da América (EUA) em 26 de junho de 1920. Sofria de colite ulcerativa desde os 28 anos e com 35 anos foi submetida ao tratamento cirúrgico que originou uma ileostomia definitiva. Apesar do momento difícil, Norma desenvolveu habilidades para o autocuidado e foi reconhecida e convidada por seu médico, o cirurgião Rupert Turnbull Jr. para auxiliar no processo adaptativo de outros pacientes, ensinando-os como manejar o cuidado com a estomia. Acabou sendo contratada pela Cleveland Clinic como técnico em estomia e, posteriormente, passou ser terapeuta enterostomal (ET), hoje denominado estomaterapeuta. Seu trabalho era realizado diretamente com as pessoas com estomias, mas também com profissionais de saúde, médicos e enfermeiros, especialmente. Ensinava, principalmente, cuidados e técnicas relativas à estomia e à pele periestomia. Contribuiu muito para a criação de novos modelos de bolsas de estomia e estimulou enfermeiros a se apropriarem desses cuidados, juntamente com Dr. Turbull e participou da criação da associação de pessoas com estomias de Cleveland, já reconhecendo a importância da parceria entre quem precisa de cuidado e quem cuida.

A Escola de Terapia Enterostomal Rupert B. Turnbull Jr. foi aberta em 1961 e Norma Gill a dirigiu até 1978, porém, em 1968, entendendo a importância do ET para o cuidado integral da pessoa com estomia, Norma e Dr. Turnbull criam a Associação Americana de ETs e, com o aumento de ETs não apenas nos EUA, mas no mundo, incentivou a criação de uma organização Internacional de ETS, hoje denominada de Conselho Mundial de Estomaterapia: uma associação de Enfermeiros - World Council of Enterostoamal Therapis: a nursing association - WCET, em maio de 1978. Entidade que teve Norma N. Gill-Thompson como sua primeira presidente. Em 1980, o WCET define que a Estomaterapia é uma especialidade exclusiva do enfermeiro e com a expansão da especialidade passou a incluir, também, os cuidados com a pele, feridas e incontinência. Norma N. Gill-Thompson visitou diversos países em que a Estomaterapia se estabeleceu e o Brasil teve a honra de recebê-la. Infelizmente, faleceu em 1998, porém seu legado não terminou. A Estomaterapia, hoje, é uma especialidade forte e que propicia resultados extremamente importantes para as pessoas que necessitam de cuidados especializados.

O WCET criou a Fundação Norma Gill que tem como missão auxiliar na formação de enfermeiros em diferentes países, especialmente aqueles em que a Estomaterapia ainda é pouco difundida. Assim, Norma Gill mantem-se presente e viva entre nós, marcando nossa trajetória profissional, servindo de exemplo para que os enfermeiros, além de realizar boas práticas, sintam-se estimulados a participar de entidades associativas da categoria para que, juntos, mostrem para o mundo a importância do estomaterapeuta para o cuidado de pessoas com estomias, feridas e incontinências.

Neste ano em que se comemora seu centenário e o Ano Internacional da Enfermagem, em nome de todos os estomaterapeutas agradeço sua dedicação, mas, principalmente, sua capacidade visionária de acreditar na importância do nosso trabalho. Assim, nosso compromisso é de expandir ainda mais as possibilidades e o reconhecimento da Estomaterapia no Brasil e no mundo.

Referências
Thuler SR, Boccara de Paula MA, Silveira NI (orgs). SOBEST: 20 anos. Campinas, Arte Escrita, 2012
Murphree, Rose W.; Elizabeth A. Ayello. Honoring the 100th Birthday of Norma N. Gill, Founder of Enterostomal Therapy. ADVANCES IN SKIN & WOUND CARE. Jun, 2020.

Comentários

O portal da Enfermagem não faz a moderação dos comentários sobre suas matérias, esse Espaço tem a finalidade de permitir a liberdade de expressão dos seus leitores, portanto, os comentários não refletem a opinião dos gestores. Apesar disso, reservamo-nos o direito de excluir palavras de baixo calão, eventualmente postadas.

Nenhum comentário enviado, seja o primeiro. Participe!