São Paulo, 19 de abril de 2019
Home / Pesquisa / Artigos

Pesquisa / Artigos


Práticas preventivas de idosos e a vulnerabilidade ao HIV

28/07/2016

 

Valéria Peixoto Bezerra

Maria Angélica Pinheiro Serra

Ijaly Patrícia Pinheiro Cabral

Maria Adelaide Silva Paredes Moreira

Sandra Aparecida de Almeida

Anna Claudia Freire de Araujo Patrício

 

Resumo

Objetivo: Conhecer a vulnerabilidade de idosos à infecção pelo HIV no contexto das práticas preventivas.

Métodos: Estudo exploratório com abordagem qualitativa, realizado com 37 idosos de Grupos de Convivência em João Pessoa – PB de dezembro de 2012 a maio de 2013. Elegeu-se Grupo Focal como técnica de investigação, e o material impírico obtido foi submetido à Técnica de Análise de Conteúdo, modalidade temática.

Resultado: Os idosos reconhecem a importância das práticas preventivas, porém, deparam-se com dificuldades para exercer essas práticas quando suas relações afetivas com companheiro não favorecem comportamentos preventivos, determinado uma vulnerabilidade ao HIV e não se reconhecem como tal.Conclusão: A complexidade dos diversos contexto vividos pelos idosos do estudos recomenda/ exige outras pesquisas que permitam avanços na compreensão da subjetividade imposta nas relações que permeiam o processo de envelhecimento e a vivência da sexualidade nessa faixa etária.

 

Palavras-chave: HIV.Idoso.Vulnerabilidade em saúde.