São Paulo, 16 de julho de 2019
Home / Notícias / O que é Sistematização da Assistência de Enfermagem?

Notícias

O que é Sistematização da Assistência de Enfermagem?

11/04/2019

SAE
Você já ouviu falar no termo Sistematização da Assistência de Enfermagem - SAE? Como em todas as organizações de saúde é necessário e importante ter o controle e compreender o fluxo de trabalho das equipes, na área da Enfermagem não é diferente. O SAE tem como objetivo operacionalizar os processos do ramo, de acordo com o acompanhamento dos pacientes.

A partir do SAE é possível observar as informações colhidas, definir padrões e resultados alcançados através das condutas definidas. Essa metodologia conta com cinco etapas relacionadas, independentes, bem como recorrentes e quando desenvolvidas, devem estar devidamente registradas no Prontuário Eletrônico do Paciente (PEP). Acompanhe a seguir as cinco etapas que compõe a Sistematização da Assistência de Enfermagem e entenda cada uma delas:

Coleta de dados de Enfermagem ou Histórico de Enfermagem

Esse é o primeiro passo para o atendimento de um paciente, onde as informações básicas são coletadas, de maneira a definir quais serão os cuidados necessários da equipe de enfermagem. Através da coleta de dados o profissional investigará o histórico de doenças; questões psicossociais, a exemplo de estar ciente qual a religião do paciente, que pode influenciar na forma como o paciente deve ser cuidado; alergias e outros casos.

Durante esse processo é possível otimizar o serviço através da utilização de PEP, que trazem formulários específicos, capazes de direcionar o questionamento do Enfermeiro e o registro online dos dados. 

Diagnóstico de Enfermagem

Através dessa etapa acontece a interpretação dos dados obtidos na coleta, onde chega-se aos diagnósticos de enfermagem. Nesse processo são utilizadas bibliografias específicas que possuem a taxonomia adequada, definições e causas prováveis dos problemas adquiridos no histórico de enfermagem.

Planejamento de Enfermagem

Nessa fase são determinados os resultados esperados e quais serão as ações de enfermagem necessárias. Esse processo deve ser realizado de acordo com os dados coletados e diagnósticos de enfermagem em cima do quadro de saúde do paciente e suas intervenções.

Implementação

Por meio das informações da Sistematização da Assistência de Enfermagem, os profissionais realizam ações ou intervenções determinadas na etapa do Planejamento de Enfermagem. Podem ser atividades como administração de medicação, até auxiliar ou realizar cuidados específicos, a exemplo dos cuidados com a higiene pessoal do paciente, ou mensurar sinais vitais e acrescentá-los no PEP.

A tecnologia também contribui significativamente nesse processo, hoje é possível utilizar o Beira-Leito, que possibilita registrar os dados assim que mensurados ou executados, ainda na beira do leito do paciente, como o nome já sugere.

Através desse avanço, é possível coletar dados, aferir dados vitais do paciente, checar prescrições e medicações, entre outras práticas. Além de poder realizar outros tipos de atividades por meio de smartphones e tablets. 

Avaliação de Enfermagem (Evolução)

A última etapa é a avaliação de enfermagem, onde os enfermeiros atualizam o PEP de forma deliberada, sistemática e contínua. Através disso, registra-se a evolução do paciente para determinar se as ações ou intervenções de Enfermagem conseguiram alcançar o resultado desejado, de modo a verificar se há necessidade de mudanças ou adaptações nas etapas do Processo de Enfermagem.


Fonte: Educa + Brasil | Portal da Enfermagem

Comentários

O portal da Enfermagem não faz a moderação dos comentários sobre suas matérias, esse Espaço tem a finalidade de permitir a liberdade de expressão dos seus leitores, portanto, os comentários não refletem a opinião dos gestores. Apesar disso, reservamo-nos o direito de excluir palavras de baixo calão, eventualmente postadas.

Nenhum comentário enviado, seja o primeiro. Participe!